Após a aprovação do Projeto de Lei Nº 16/2022, a última Sessão Ordinária desta Casa de Leis, que aconteceu na quarta-feira (8), foi iniciada a iniciativa do vereador Edinho Domingues, que denominou a UBS de Cajamar como “Unidade Básica de Saúde Vereador Joaquim Alves Castro”, aprovada por todos os parlamentares, já se tornou a Lei Nº 1.908, que eterniza mais uma personalidade tão importante no bairro Centro.

Visto por todos como uma pessoa alegre, otimista, grato pela vida, mas principalmente integro, o Sr. Ditinho Quinhentão, pai de Rosária, Rosangela e Selma, ambas professoras no nosso município, foi antes de ser político um cidadão atuante, participou do processo de emancipação de Cajamar e movimentos trabalhistas como a greve dos Pelegos e Queixadas, entre tantas causas que ele fazia questão de lutar, bastante conhecido por ajudar as pessoas na obtenção de remédios e orientar como trabalhadores da época na conquista da tão sonhada a aposentadoria.

Edinho demonstrou felicidade com a propositura e além de ler a biografia manifestou toda sua admiração ao homenageado “Eu tive a honra e o prazer de conhecer o Sr. Ditinho, um homem de família, trabalhador, honesto, que se dedicava às pessoas carentes, é mais do que merecido essa homenagem. Nós temos que eternizar a imagem de pessoas como o Sr. Ditinho que ajudaram a construir a história da nossa cidade!”, finalizou dizendo ter certeza, de que de onde o Sr. Joaquim estiver, ele estará orgulhoso do que cada uma das filhas se tornou.

Rosária, a filha mais velha do famoso Vereador Ditinho Quinhentão, fez questão de agradecer e contar com ternura e gratidão algumas histórias da vida do pai. “Eu quero agradecer imensamente a todos, tudo o que foi dito aqui é verdade, meu pai foi uma pessoa, um ser humano maravilhoso, tudo o que a gente falar dele remete as palavras, honestidade e integridade ele foi uma pessoa extremamente integra, uma pessoa alegre que gostava de viver, que sempre brigou pelo bem dos cidadãos cajamarenses!”.